Os automóveis elétricos ainda são mais caros que os seus equivalentes com motor de combustão, mas a procura gerada pelo interesse do público em ter um estilo de vida mais ecológico vai fazer com que o custo de produção baixe e os veículos movidos a eletricidade passem a custar o mesmo que os carros com motores antigos em 2022.
 
Este valor é uma conclusão de um relatório feito pela empresa de consultoria DNV GL, e revelado publicamente pelo diretor-geral Ditlev Engel numa entrevista à agência Reuters. Engel também afirmou que, assim que esta equivalência for atingida, o número de carros elétricos na estrada vai aumentar e 85 por cento de todos os automóveis novos vendidos vão ser elétricos até 2035.
 
Apesar disso, e da procura por fontes renováveis para a produção de energia, os signatários dos Acordos de Paris não vão conseguir atingir o objetivo de reduzir a temperatura média do planeta Terra em dois graus até 2050, mas estarão no bom caminho, já que 85 por cento da eletricidade produzida nesse ano deverá vir de fontes renováveis.
 

Newsletter

Preencha para receber informativos!

2014 - Aranatech.Todos os direitos reservados